Dieta para hipertrofia muscular

Se o objetivo é ganhar massa muscular, é importante manter uma dieta adequada. Uma dieta para emagrecer não igual a uma dieta para manter peso, e muito menos para a hipertrofia muscular. Por isso mesmo resolvemos fazer esse artigo esclarecendo tudo o que precisa saber para conseguir ter os músculos fortes e grandes mais rápido.

A primeira coisa que preciso falar é que a hipertrofia muscular se assenta em dois grandes pilares: musculação e alimentação. Uma dieta balanceada, muito rica em proteínas, mas também em carboidratos integrais, frutas, verduras e legumes é indispensável.

Veja tudo o que precisa saber sobre uma dieta perfeita para hipertrofia muscular.

Dieta para hipertrofia muscular

Dieta para crescimento muscular

Comer de três em três horas é importante para que consiga aumentar a sua massa magra. Isso faz com que o seu metabolismo se mantenha ativo. Como os atletas têm taxas de metabolismo muito elevadas, alguns optam por reduzir esse período.

PROTEÍNAS

As proteínas são indispensáveis para ganho de massa muscular. Elas reparam os músculos, ficando mais fortes, e maiores também.

Geralmente as proteínas de fonte animais são mais indicadas. No entanto, existem vários vegans que conseguem os mesmos resultados com proteínas de origem vegetal.

A proteína do soro de leite é aquela que tem um valor biológico mais elevado. Claras de ovos também são muito vantajosas para a hipertrofia por conter albumina.

CARBOIDRATOS

Os carboidratos economizam as proteínas, e assim se destinando ao processo de síntese muscular, e não como fonte de energia.

Por isso deverá consumi-los em quantidades adequadas. Note que o carboidrato a consumir vai depender do momento.

Regra geral, deve evitar o consumo de carboidratos simples, como as massas refinadas, ou o arroz branco. Eles são absorvidos mais rápido, originando um pico de glicose no sangue, aumentando os níveis de insulina, e consequentemente, retendo gorduras.

Opte por carboidratos complexos antes do treino. Depois do treino pode consumir carboidratos simples com parcimônia.

GORDURAS

Gorduras são indispensáveis para gerar energia sem surtir em um pico glicêmico. São também importantes na formação de hormônios anabólicos.

Por isso, aposte em gorduras poli-insaturadas e monoinsaturadas (ômega 3, 9 e 6).

Encontra ômega-3 nos peixes gordos, como salmão, na linhaça e na chia. O ômega-6 está presente no leite, ovos e carnes. Já o ômega-9 encontra nas azeitonas, azeite de oliva, gergelim, e oleaginosas.

Alimentação antes, depois e sem treino

ANTES DO TREINO

Deverá treinar 1 a 1 hora e meia depois da última refeição sólida. Aqui deve consumir carboidratos complexos, como:

  • Mandioca
  • Batata doce
  • Inhame
  • Cará
  • Massa integral
  • Pão integral

DEPOIS DOS TREINOS

Carboidratos e proteínas de absorção rápida são essenciais para a hipertrofia muscular. Quanto mais rápida for a suplementação, melhor consegue aproveitar a janela anabólica.

  • Ovos
  • Carnes
  • Leite semidesnatado
  • Pão
  • Arroz
  • Batatas

DIAS SEM TREINOS

Quando não for treinar, é importante que não consuma suplementos como a albumina ou o whey protein. Opte por carboidratos complexos, minerais e vitaminas.

Xtremo 500 para ganhar massa muscular

Xtremo 500 é o suplemento dos atletas, e de todos os que aspiram a ter um corpo musculado. Ele promove a produção de HGH, e por isso ajuda a que os músculos ganhem proporções enormes.

Quando inclui esse suplemento no seu dia a dia, os resultados são muito mais rápidos e expressivos, e consegue vê-los em poucas semanas.

Não tem efeitos colaterais, e é recomendado por 9/10 nutricionistas para os que querem um corpo malhado.

Pegue todas as nossas dicas e se prepare para conquistar o mundo da malhação. Vai rebentar nos treinos!

Deixe um comentário